sábado, 24 de maio de 2008

Deu a Louca no Monitor

Já aconteceu de você ligar seu computador depois de deixá-lo em standy by e a tela ter ficado na horizontal (como mostra a figura ao lado)?
Isso acontece quando as teclas "Alt Gr" e as setas são apertadas simultaneamente. É só pressionar o "Alt Gr" e a seta para cima, para que a tela volte à posição normal. Se você apertar para a esquerda, a parte de cima ficará à esquerda, se apertar a seta para direita, o a parte de cima será do lado direito e se apertar para baixo, a página fica "de ponta cabeça".
O recurso é usado no Windows para quem gosta de usar o monitor "em pé", principalmente quem trabalha com imagens. Assim, é possível ver mais conteúdo na vertical, como a home do UOL, por exemplo.
Como disse um leitor (valeu!), as teclas só funcionam com computadores com placa da Intel. Para checar as configurações, clique com o botão direito do mouse no desktop e escolha Properties > Settings > Advanced > Intel Graphics. Nesta janela você pode ativar ou desativar a rotação da tela e o uso das teclas de atalho.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Aprenda a formatar seu próprio Computador


Agradecimentos à Vanessa Balbo. a autora do video, até agora o melhor video aula que eu assisti.

domingo, 18 de maio de 2008

Olhar Digital Programa 18.05.08

10 dicas sobre atalhos do internet explorer

Confira lista com dez teclas de atalho para Internet Explorer que podem agilizar seu trabalho com o computador:
- abrir site de busca na lateral da janela.




- abrir histórico na lateral da janela.




- abrir favoritos na lateral da janela.




- localizar palavra ou expressão na janela.




- abrir uma nova janela igual a que está aberta.




- percorrer barra de endereços, botão atualizar, caixa de pesquisa e links da página.




- voltar.




- avançar.




- alternar entre frames de uma página e barra de endereços.




- alternar entre visualização normal e tela cheia.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Faça você mesmo a planta da sua casa

Sweet Home 3D 1.3 em Múltiplos Idiomas


Programa gratuito para design de interiores de casas. Permite construir e decorar ambientes em um plano 2D, com visualização em 3D, adicionar portas, janelas, móveis e outros objetos. Excelente para o usuário doméstico que procura um programa de projetos 3D de fácil operação ou até mesmo para quem trabalha com projetos de decoração e quer praticidade e rapidez para ensaios de decoração. Com Sweet Home 3D você poderá projetar e decorar ambientes em instantes. Possui uma lista de objetos (móveis e outros componentes) que podem ser incluídos no seu projeto simplesmente arrastando e soltando com o mouse. Objetos adicionais podem ser obtidos no site do desenvolvedor e em outros sites na Internet. Ao final, além de salvar ou imprimir o projeto, você pode gerar um arquivo PDF. Em todos os casos a impressão gerará 3 páginas, uma com a lista de objetos, outra com o plano 2D (planta baixa) e outra com o projeto em 3D. Nas observações abaixo você encontrará ótimas dicas para começar. Faça já seu download! É um programa completo, gratuito e livre de propaganda.
Observação: Durante a instalação é possível selecionar o idioma de sua preferência. Depois de instalado, caso o programa não apareça no idioma selecionado, acesse o menu File->Preferences e altere a opção Language para o idioma de sua preferência. O idioma português está disponível, entre outros. DICAS: Antes de iniciar um projeto altere as unidades de medida para centímetros acessando a opção Arquivo->Preferências. Neste mesmo local você pode definir a espessura e altura das novas paredes que irá desenhar. Para desenhar paredes clique no ícone com um sinal de + que aparece na barra superior de ferramentas. Em seguida clique na área quadriculada com o botão esquerdo do mouse para cada trecho de parede que queira desenhar. Ao terminar clique com o botão direito do mouse. É sempre nesta área quadriculada que você irá trabalhar. Para corrigir alguma parede ou outro objeto utilize a ferramenta de seleção, que é a seta que aparece na barra de ferramentas. Para deletar um objeto basta selecioná-lo com a seta e clicar na tecla DELETE. Para rotacionar, redimensionar e outros, selecione o objeto com a seta de seleção e clique em um dos cantos do objeto, de acordo com a função desejada, segure e arraste. Para importar novos objetos (mobília) acesse a opção Mobília->Importar, ou pressione as teclas Ctrl+Shift+I. Na janela de importação clique na opção 'Escolher modelos' para importar objetos nos formatos OBJ, LWS e 3DS presentes no seu computador, ou clique em 'Procurar modelos' para obter modelos adicionais no site do desenvolvedor. A janela que apresenta o ambiente em 3D pode ser rotacionada com o mouse, é só clicar e arrastar em qualquer direção. Para aproximar e afastar o ambiente 3D, selecione a janela 3D com o clique do mouse e utilize o botão de rolagem. Um manual detalhado em língua portuguesa está disponível dentro do próprio programa, atrvés do menu Ajuda ou pressionando a tecla F1.

Fonte: www.gratis.com.br

depois colocarei o link para vcs baixarem o programa, mais é só e no site da fonte.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Filemail UPLOAD de até 2 GB

Trabalhar com arquivos grandes ainda pode causar alguns problemas para muitas pessoas. Apesar das facilidades — como o uso de pendrives —, transferir arquivos muito grandes para outros usuários pode ser um problema. Por mais que você consiga facilmente transportar arquivos de um computador a outro, enviá-los para usuários em outros lugares pode ser um tormento.

Emails com grande capacidade não oferecem mais do que 50 MB para cada mensagem. O Gmail, por exemplo, tem um limite de 20 MB de anexos por mensagem. Sites como Megaupload e Rapidshare podem ajudar, mas também têm limitações, como necessidade de registro, interface não muito simples, etc.

O Filemail é um serviço que visa acabar com todas as dificuldades e limitações para o envio de arquivos muito grandes (de até 2 GB). Para isso, a página não requer registro, é simples e tem um mecanismo próprio de download que permite o envio de múltiplos arquivos simultaneamente.

Este é o formulário para você enviar os arquivos. Basta indicar os endereços de email, pesquisar os arquivos e fazer o upload.

O mecanismo do Filemail é simples. Você faz um upload dos arquivos desejados nos servidores do serviço e envia um pequeno email com o link de download deles para quem quiser. Basta que os receptores façam o download.

Os arquivos são criptografados e você define o número de dias que eles devem permanecer armazenados ou um número máximo de downloads para eles. Após esses requisitos, os arquivos são totalmente removidos dos servidores. Você também pode pedir uma confirmação após os destinatários baixarem o arquivo.

Você não precisa, obrigatoriamente, indicar um email para receber o link de download dos arquivos. Assim, você usa o filemail como um armazenador. Salve o link em questão para você e baixe os arquivos onde quiser e quando precisar deles.

Esta é a página que os destinatários acessam para baixar os arquivos, com diferentes informações.

A página de downloads oferece diferentes opções. Ela informa quem e quando mandou os arquivos, o limite de downloads, quando que a página em questão expira, etc. No caso de imagens, é possível visualizá-las em slideshow. No caso de múltiplos arquivos, é possível baixá-los um a um ou todos em um arquivo compactado.

http://www.filemail.com/about.aspx

sexta-feira, 9 de maio de 2008

CoolSMS Mande torpedo de graça

O CoolSMS é um software que tem como principal função o envio de Torpedos SMS através do computador diretamente para o celular, grátis!

O CoolSMS apresenta uma interface amigável e bastante intuitiva, além das vantagens de centralizar o envio de mensagens num único aplicativo, salvar o seu histórico de Torpedos SMS enviados e também possuir agenda para armazenamento e acesso rápido aos contatos!

Confira as principais funções deste software que é Cool!

  • Envia Torpedos SMS grátis para as maiores operadoras do Brasil, diretamente do seu computador. É rápido e fácil!

  • Envia Torpedo SMS individualmente ou para grupos de pessoas (para os amigos do futebol, por exemplo), mesmo os celulares não sendo da mesma operadora.

  • Criação da sua agenda de celulares, acessível de qualquer computador com CoolSMS e conectado a internet;

  • Classificação dos seus contatos em grupos. Ex: Família, Amigos, Trabalho etc.

  • Ter todo o seu histórico de Torpedos SMS salvo! (opcional);

  • Acesso a conteúdos exclusivos de acordo com o seu perfil, diretamente nas abas do CoolSMS;

  • Acumular CoolPons (pontos no programa de relacionamento) e trocar por vantagens exclusivas;

  • Design moderno e mais fácil de usar.


  • As únicas restrições ao uso dizem respeito aos serviços das próprias operadoras na internet, fugindo das responsabilidades dos desenvolvedores do CoolSMS. Sendo assim, o serviço de envio de mensagens para celulares da operadora TIM depende do acumulo de pontos (chamados de CoolPons) no programa de relacionamento do CoolSMS. Já, para a operadora Vivo, não é possível enviar SMS para destinatários dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina.

    Para sustentar o seu desenvolvimento e manter-se totalmente grátis, o CoolSMS disponibiliza espaços publicitários para que empresas anunciantes possam vincular sua marca e até mesmo enviar Torpedos SMS para os usuários com uma mensagem publicitária em troca de CoolPons. Você recebe uma publicidade no celular e ganha CoolPons, e com CoolPons é possível enviar Torpedos SMS para a operadora TIM! Este serviço é opcional e você seleciona no cadastro se quer receber Torpedos SMS com publicidade em seu celular ou não.

    O limite diário de Torpedos SMS está mantido, visando a proteção anti-spam dos destinatários, que não merecem ser bombardeados com mensagens indesejadas nos seus celulares.

    Finalizando amigo(a), o CoolSMS é grátis porque conta com a contribuição dos nossos queridos usuários! Não precisamos dizer que é importante a divulgação do CoolSMS para seus amigos, fazer uma visitinha em nosso Shopping ou clicar nos banners de nossos patrocinadores. Só assim estarás dando um futuro para o Projeto Cool. :-)

    Falamos demais não? Veja você mesmo: Faça o download do CoolSMS e clique em “Cadastre-se”!



    http://baixaki.ig.com.br/site/dwnld34388.htm

    Fonte: www.baixaki.com.br


    quinta-feira, 8 de maio de 2008

    Um roteiro para montar um sistema de videoconferência

    Se você precisa tomar algumas decisões rápidas com seu chefe ou subordinado, não é necessário marcar formalmente uma reunião, ir ao escritório dele ou trazê-lo até sua sala. Faça uma videoconferência. Não é difícil nem caro: basta usar os recursos já existentes na rede local da empresa. Primeiro, vamos organizar a lista dos itens necessários. A estrutura básica é uma rede de micros com suporte ao protocolo TCP/IP - característica que hoje praticamente todas as redes têm. Depois, seu micro e o de seu parceiro devem estar equipados com placa de som, microfone e câmera de vídeo, rodando o Windows 95 ou 98. No passo-a-passo a seguir, admitimos que você vai partir de micros padrão corporativo - ou seja, sem nenhum periférico multimídia (placa de som, CD-ROM, microfone etc.). Portanto, se na prática você vai usar máquinas já com esses recursos, salte os primeiros passos e comece diretamente pela instalação da câmera de vídeo.

    A primeira tarefa é instalar a placa de som. Abra o gabinete do micro e encaixe a placa num conector livre e fixe-a à carcaça do gabinete com um parafuso. Em seguida, se a máquina tiver uma unidade de CD-ROM, ligue o cabo de áudio à placa de som e à saída do CD-ROM. Feche o micro. Pegue o plugue das caixas acústicas e encaixe-o na saída Speaker da placa de som. Ligue, também, o microfone ao conector marcado com a legenda Mic - ou Line In, se não houver Mic.

    Agora, ligue o computador. Ao detectar a nova placa, o sistema lhe pedirá para instalar o driver correspondente. Para isso, você poderá precisar do CD do Windows ou do CD que acompanha a placa. A tarefa, agora, é instalar a videocâmera. Neste passo-a-passo, usamos duas câmeras QuickCam VC, da Logitech, que se conectam ao micro via porta USB. Se os micros disponíveis não têm porta USB, você deve usar câmeras para ser ligadas à porta paralela.

    A instalação física da câmera é supersimples: basta encaixar o cabo à porta USB. O melhor é que isso pode ser feito sem desligar a máquina. O sistema operacional responde imediatamente, pedindo para você colocar o CD com o software da câmera. Feito isso, a câmera está instalada. Coloque-a em cima do monitor com a lente voltada para você. Agora, é preciso instalar o programa que vai possibilitar a videoconferência. No CD da câmera você encontra o MS-NetMeeting, produto que faz parte do Internet Explorer, mas que funciona também com os browsers da Netscape. Instale-o e execute-o. Esse programa permite a comunicação com voz e imagem via Internet ou através de uma rede local. Ao ser executado pela primeira vez, o NetMeeting vai ajudá-lo a testar se o microfone e a placa de som estão funcionando corretamente. Vai também pedir informações para identificar o usuário do PC.

    Passemos aos ajustes finais. Numa rede com TCP/IP, cada máquina é identificada pelo número IP, algo como 10.100.32.8. Para saber qual o número do micro, clique com o botão direito no ícone Ambiente de Rede e escolha Propriedades. Na tela Rede, ponha em primeiro plano a orelha Configuração, selecione a opção TCP/IP seguida do nome da placa de rede e acione o botão Propriedades. Anote o número mostrado em Endereço IP. Anote ainda, da mesma tela, o item Nome do Computador, que está na orelha Identificação. Repita todos os passos da instalação para cada micro que vai fazer parte da "rede" de videoconferência.

    Agora, o grande teste. Abra o NetMeeting numa das máquinas e clique no botão Chamar. Na caixa Chamar Usando, escolha Rede. E em Endereço digite o número IP ou o nome do micro da pessoa com quem você quer se comunicar. Do outro lado (o NetMeeting precisa estar ativo), vai soar uma campainha e aparecer uma caixa com a mensagem "Chamada de Fulano" e os botões Aceitar e Ignorar.

    Se seu parceiro aceitar, começa a sessão. Na tela do programa, surgem dois monitores de vídeo. Um exibe a imagem local e o outro a remota. Clique no botão Enviando, para que sua imagem seja vista no outro lado. Fale ao microfone para testar como o som está chegando ao parceiro. Ouça o que ele fala. Para encerrar, clique no botão Desligar. O NetMeeting oferece outros recursos além desse "videofone". Você e seu parceiro podem dividir a operação de um aplicativo que só exista em sua máquina ou na dele (botão Compartilhar). Podem, ainda, usar um serviço de chat (botão Bate-Papo) para conversar via teclado. Aliás, esses dois últimos serviços podem ser instalados apenas com o NetMeeting e a rede. Não requerem nenhum recurso de multimídia.


    Fonte: Info online

    sexta-feira, 2 de maio de 2008

    Como gravar seriados/filmes em DVD

    Não podemos ignorar. Hoje em dia uma parcela grande de usuários não assistem ou esperam por aquele episódio do seu seriado preferido aparecer na televisão. Vão, sim, correr em sites de downloads ou a programas de compartilhamento de arquivos como o eMule ou Torrent para baixar o episódio assim que lançado.

    A grande dificuldade, teoricamente, está em gravar o vídeo em um DVD de forma que consiga vê-lo num DVD player qualquer. Para executar essa função e outras, como passar o vídeo de sua câmera para o DVD por exemplo, com maestria, normalmente indicamos o software ConvertXtoDVD.

    Voltado para usuários com pouco contato em edição de vídeo, o software converte vários tipos de arquivos (por isso o X no nome do programa) para o DVD, sem requisitar que o usuário tenha um certo conhecimento prévio sobre o assunto.

    A variedade de arquivos suportados é tão ampla (suporta arquivos do tipo DivX, DviX, WMV, AVI, MPEG, MOV, RM, RMVB e até legendas no formato .SRT) que, de certa forma, torna o software como uma unanimidade entre os usuários. Nesse tutorial, ensinaremos como utilizar o software e a entender o seu método de funcionamento.A interface do software é muito intuitiva. Ao clicar no botão de "adição", você já poderá começar processo para converter o vídeo e gravá-lo no formato compatível com o seu DVD. Mas, antes disso, clique na aba "Configurações" e depois em clique na opção "Geral".

    Ao entrar na opção de configurações gerais, você terá que ajustar apenas uma opção: a da pasta "Pasta de Trabalho". A pasta escolhida será a utilizada quando você terminar de converter o vídeo. A alteração é indicada para quem nunca acessou o programa.

    Tendo ajustado a pasta, você não precisará preocupar-se em localizar o vídeo. Acredite, muitos usuários "esquecem" desse detalhe e depois ficam alguns minutos procurando pelo arquivo. O resto das opções, você poderá ignorar, pois não trazem relevância ao tema.Ainda na opções gerais, clique na aba "Capítulos" para definir o tempo de reprodução de cada capítulo. Na opção "Inserir Capítulo a cada" você definirá a cada quantos minutos o programa irá definir um capítulo automaticamente.

    Na segunda opção, "Para vídeos maiores", você indicará para o programa que a opção de cima só será valida em vídeos acima de tantos minutos. Por exemplo, imagine um epísodio comum de 40 minutos.

    Nesse caso, você indicará para o programa gerar novos capítulos a cada 10 minutos apenas se o vídeo for maior do que 40 minutos. Ajustar essa opção significa que você poderá passar o vídeo rapidamente e, caso queria ver determinada cena novamente, basta no clicar no botão para o vídeo ser reproduzido entre os começos de cada capítulo. É semelhante ao menu de capitulos de um DVDs mesmo, quando você escolhe pra ver de determinado ponto.Depois de ajustar quando será a parada para os capítulos, clique em "Menu" para "autorar" seu DVD (é o processo de design e criação de DVD).

    Entre as opções disponíveis, escolha a opção "Auto-Iniciar" para o DVD ser reproduzido assim que você introduzí-lo na bandeja, "Tocar continuamente" para a reprodução do DVD recomeçar assim que terminar a exibição, "Tocar em sequência" para os vídeos serem reproduzidos em sequência e "Pular para o menu principal" para adicionar um menu padrão ao DVD e, facilitar assim, a interação com o conteúdo.As outras opções servirão para você ajustar o fundo, o nome do DVD e o número máximo de filmes mostrados no menu. Em "Template padrão" você definirá qual será a imagem de fundo para o menu do DVD.

    Definido o menu e as opções de design do conteúdo, você poderá definir o formato de cores da sua televisão na aba "Formato de TV". É importante frisar que varia de televisão para televisão, mas o recomendado é selecionar no drop "Vídeo Padrão" o formato NTSC e, em "Tela de TV", o formato tela cheia 4:3.
    Após setar as opções do formato da televisão, vamos definir o que software vai fazer quando terminar o processo de conversão. Clique na aba "Gravação" e selecione a opção "Gravação resulta em DVD" para gravar da conversão direto para o DVD.


    Antes disso, selecione no drop, abaixo da opção "Gravação resulta em DVD" o drive do gravador de DVD. Pronto, você nem precisará se preocuparar em gravar o DVD após converter, o software fará isso pra você.

    É importante avisar que alguns usuários relataram problemas com esse tipo de ação (do tipo não conseguir gravar). Nos testes realizados pelo Superdownloads, todos os DVD foram gravados com perfeição.Como penúltimo passo de configuração, falta ajustar as opções padrões da legenda. Clicando na opção "Idioma padrão" e escolha o idioma padrão em Português.

    Depois, logo abaixo, clique na opção "Configurações de renderização do texto das legendas". Você poderá escolher em qual área da tela a legenda aparecerá em relação ao topo do vídeo.

    Definindo o valor "90%", por exemplo, a legenda ficará 90% distante do topo da imagem. Esse costuma ser o valor padrão para as legendas serem bem visíveis no vídeo. Na mesma área, você poderá escolher a fonte, cor e tamanho do texto das legendas.O último passo da configuração: escolher como será a conversão. Clique na aba "Codificar" para definir como será feita a conversão. Em "Velocidade/Qualidade da Codificação" você poderá definir a qualidade/velocidade da conversão do vídeo.

    Se você for um daqueles usuários que preza pela qualidade da imagem e não se importa pelo tempo que levará a conversão, escolha a opção "Qualidade Alta/Codificação baixa".

    Caso prefira priorizar o tempo, escolha a opção "Qualidade baixa/Codificação alta" para ter uma conversão mais rápida mas com menos qualidade. Ainda na aba "Codificação", escolha a opção DVD-5 dentro do drop-down "Tamanho Final". Finalmente clique em OK para terminar as configurações!Pronto! Com o software devidamente configurado, resta importar os vídeos que serão gravados. Volte para a tela principal do programa e clique em no menu "File" e depois na opção "Adicionar arquivo de vídeo" para adicionar os arquivos.

    É importante, mais uma vez, lembrar que adicionar muitos vídeos resultará muita compressão e, consequentemente, a perda de qualidade será inevitavel. Procure adicionar no máximo 2 horas de filmes.Outro dica importante é colocar o nome da legenda exatamente igual ao do vídeo. Caso faça isso, o software carregará a legenda automaticamente. Mas, se as legendas não forem adicionadas automaticamente, você poderá adicioná-las manualmente. Basta clicar com o botão direito em "Legenda" e depois selecionar a opção "Adicionar Legenda".


    Por fim, basta clicar na opção "Converter" para dar ínicio ao processo de conversão e esperar pelo DVD! Simples e fácil, com o ConvertX você poderá assistir aos DVDs na sua televisão.
    Baixe o programa aqui
    http://www.4shared.com/file/46283820/e548cfab/
    ConvertXtoDVD_portugues.html?dirPwdVerified=65e5cda7

    Fonte: www.superdownloads.com.br